Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Após cobrança, Lula marca reunião com Lira e líderes da Câmara para discutir pautas e emendas

    Presidente também vai se encontrar com Rodrigo Pacheco para tratar da MP da reoneração; governo não descarta envio de projeto de urgência para substituir medida

    Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e presidente da Câmara, Arthur Lira, no Palácio do Planalto
    Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e presidente da Câmara, Arthur Lira, no Palácio do Planalto 11/01/2023 - Reuters/Adriano Machado

    Marina DemoriLarissa Rodriguesda CNN

    Brasília

    O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, confirmou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se encontrará com os presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), para seguir as negociações sobre pautas prioritárias para o governo federal, ainda nesta semana.

    A reunião com Lira está prevista para a próxima quinta-feira (22), após a cerimônia de posse de Flávio Dino no Supremo Tribunal Federal (STF).

    O encontro com Pacheco ainda não tem data confirmada. Líderes das duas Casas também serão convocados para os encontros.

    As reuniões já vinham sendo cobradas pelos presidentes, que querem tratar pessoalmente com Lula sobre pautas que geraram embate entre os Poderes nos últimos meses.

    Entre as pautas em negociação está, por exemplo, o veto do presidente Lula de R$ 5,6 bilhões em emendas parlamentares, e a Medida Provisória (MP) que reonera a folha de pagamento de setores da economia.

    Segundo Padilha, não está descartada a possibilidade de o governo enviar um Projeto de Lei de urgência para substituir a MP, que contrariou a decisão do Congresso Nacional.

    Nesta terça-feira (20), o presidente Lula se reuniu com os líderes do governo Randolfe Rodrigues (Senado), Jaques Wagner (Senado) e José Guimarães (Câmara) para tratar dos temas.

    O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e outros integrantes da equipe do governo também participaram do encontro, no Palácio do Planalto, que discutiu as matérias prioritárias do governo para 2024.