Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CPI retoma depoimento, aponta convocação de Ricardo Barros e encerra sessão

    Deputado federal era recebido enquanto convidado na Comissão, mas criticou os trabalhos dos senadores, o que gerou discussão

    Giovanna Galvani, da CNN, em São Paulo*

    Ouvir notícia

    O presidente da CPI da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD-AM), decidiu encerrar a sessão que ouvia o deputado Ricardo Barros (PP-PR) e prever um novo requerimento a fim de convocá-lo a depor novamente na comissão.

    A sessão desta quinta-feira (12) acontecia por meio de um convite feito a Barros, mas o tom do depoimento mudou após o deputado ter criticado os trabalhos da comissão ao responder um questionamento do relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL).

    A suspensão aconteceu após Barros, ao responder Calheiros, afirmar que a comissão “afastou várias empresas [vendedoras de vacinas] interessadas em fazer negócios com o Brasil” devido a forma como os trabalhos estão sendo conduzidos. “O mundo inteiro quer comprar vacinas e espero que essa CPI traga resultados positivos porque o negativo já trouxe. Afastou várias empresas interessadas em fazer negócios com o Brasil”, disse.

    A fala de Barros provocou forte discussão entre os senadores, o que fez Omar reavaliar o convite do depoente. Inicialmente, Barros iria depor na condição de convocado, mas o requerimento pela oitiva dele foi transformado em convite pelo próprio presidente da CPI atendendo a pedido do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL). 

    Na retomada da sessão, Omar Aziz acatou a uma questão de ordem sugerida pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e criticou Ricardo Barros antes do encerramento.

    “A CPI atrapalhou sim. Se hoje o Brasil está vacinando, foi porque negacionistas, inclusive o deputado que está ao meu lado, que disse que não iria se vacinar e pregava a imunização de rebanho para crianças, o que é crime… Se hoje estamos vacinando, estamos vacinando com uma vacina que chega a um preço justo, é graças a CPI.”

    Segundo apuração do analista de política Gustavo Uribe, da CNN, a intenção dos senadores da cúpula é convocar Ricardo Barros para depor no fim dos trabalhos da CPI da Pandemia, pouco antes da conclusão do relatório final da comissão – já com a maioria dos depoimentos e documentos devidamente analisados pelos membros da cúpula. 

    *Com informações de Rafaela Lara, da CNN

    Mais Recentes da CNN