Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Após indicar emendas como deputado, Celso Sabino volta ao Ministério do Turismo

    Recondução foi publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira (4); durante a ausência do ministro, a pasta foi conduzida interinamente pelo secretário Carlos Henrique Menezes Sobral

    Ministro do Turismo, Celso Sabino, concedeu uma entrevista para a CNN Brasil em Buenos Aires
    Ministro do Turismo, Celso Sabino, concedeu uma entrevista para a CNN Brasil em Buenos Aires Luciana Taddeo/Colaboração para a CNN

    Basília RodriguesDaniel Trevorda CNN

    em Brasília

    O ministro do Turismo, Celso Sabino, retomou o comando da pasta nesta segunda-feira (4). Ele havia pedido exoneração na quinta-feira (30) para poder indicar emendas ao orçamento de 2024 como deputado federal.

    “Eu tenho responsabilidade grande com o povo do Pará que me deu mais de 143 mil votos e muitas dessas pessoas contam com o deputado que elegeram para realizar obras e serviços importantes em suas cidades”, disse Sabino à CNN.

    A recondução foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (4). Durante a ausência do ministro, a pasta foi conduzida interinamente pelo secretário Carlos Henrique Menezes Sobral.

    Movimento comum

    Também em novembro, o ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, também deixou o cargo temporariamente.

    No caso, para participar de votações consideradas prioritárias para o governo no Senado: tributação de offshores e fundos exclusivos e o projeto sobre apostas esportivas de jogos virtuais. Os dois textos foram aprovados.

    Veja também – Centrão volta a pressionar por cargos e emendas para aprovar subvenção do ICMS