Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Após reunião, Lula decide manter Juscelino Filho como ministro das Comunicações

    Juscelino Filho tem sido alvo de supostas irregularidades em viagens

    Pedro Teixeirada CNN

    em Brasília

    Após reunião na tarde desta segunda-feira (6), o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), decidiu manter o ministro das Comunicações, Juscelino Filho, no cargo, apurou a CNN junto a interlocutores no Palácio do Planalto.

    Juscelino Filho tem sido alvo de supostas irregularidades em viagens. As denúncias surgiram após uma reportagem do jornal “O Estado de S. Paulo” revelar que dos quatro dias de uma viagem realizada com deslocamento em avião da Força Aérea Brasileira (FAB), três foram dedicados a compromissos com cavalos de raça.

    O ministro defende que houve um erro no sistema que gerou diárias a mais de hotel em viagem ao Maranhão. Ele diz que os valores foram devolvidos e que foi uma viagem a trabalho. O ministro ainda disse que contou com compromissos oficiais em São Paulo, por exemplo.

    Diante da situação, Juscelino se reuniu com o presidente Lula para esclarecer a situação. A reportagem apurou que a reunião durou cerca de uma hora e que o ministro utilizou o encontro para apresentar justificativas às suspeitas, que foram consideradas razoáveis pelo Planalto.

    Segundo apurou a CNN, Lula também preferiu dar uma espécie de sobrevida a Juscelino à frente da pasta para evitar mais conflitos com o União Brasil, ao qual o ministro é filiado. Isso porque, apesar de o União Brasil comandar três ministérios, o partido ainda não compõe oficialmente a base de Lula no Congresso Nacional.

    Depois do encontro, o ministro declarou pelas redes sociais que esclareceu “acusações infundadas” feitas contra ele e detalhou projetos e ações das Comunicações

    “Falamos de expansão do 5G, de conectividade em escolas e ações do Norte e do Nordeste Conectado. Boa notícia: ainda neste mês, o presidente Lula e eu vamos inaugurar a Infovia 01, entre as cidades de Manaus e Santarém, ampliando o acesso à internet na Região Amazônica”, explicou Juscelino.

    Neste domingo (5), os líderes do União Brasil no Parlamento chegaram a divulgar uma nota em repúdio a falas da presidente do PT, Gleisi Hoffmann, a favor da saída do ministro.

    “Sai há pouco do Palácio do Planalto, onde tive uma reunião muito positiva com o presidente Lula. Na ocasião, esclareci as acusações infundadas feitas contra mim e detalhei alguns dos vários projetos e ações do Ministério das Comunicações. Temos muito trabalho pela frente!”, escreveu Juscelino Filho no Twitter no final da tarde.

    “Falamos de expansão do 5G, de conectividade em escolas e ações do Norte e do Nordeste Conectado. Boa notícia: ainda neste mês, o presidente Lula e eu vamos inaugurar a Infovia 01, entre as cidades de Manaus e Santarém, ampliando o acesso à internet na Região Amazônica”, completou.