Arthur Virgílio defende prévias, mas se diz contra judicialização no PSDB

Para o tucano, questão do partido sobre pré-candidatura à Presidência é política e não deve ser resolvida nos tribunais

Ludmila CandalLayane Serranoda CNN*

em São Paulo

Ouvir notícia

O ex-senador e ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio (PSDB) defendeu, nesta terça-feira (17), em entrevista à CNN, o respeito ao resultado das prévias que elegeram João Doria como pré-candidato do partido à Presidência. Virgílio, no entanto, se diz contrário ao ingresso, na Justiça, para resolver a questão interna do PSDB.

A hipótese de “judicializar” o tema, recorrendo ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foi levantada por aliados de Doria caso o partido desista do nome do ex-governador de São Paulo como pré-candidato. O PSDB terá uma reunião sobre a questão nesta terça-feira (17).

“Tenho esperanças de que as pessoas percebam que o pior que pode acontecer para o PSDB é o aprofundamento da crise. [Mas] Eu sou contra a judicialização, seja de que lado for, de quem for. Ela não vai resolver um problema que é político”, disse Virgílio.

Apesar disso, o ex-senador afirmou que “não é saudável” que o resultado das prévias não seja respeitado. “O saudável é todo mundo aliado ao candidato que ganhou as prévias. Mas é hora de termos posições maduras”, ressaltou Virgílio.

Veja a íntegra da entrevista acima.

*Publicado por Marcelo Tuvuca

Mais Recentes da CNN