Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Avião da FAB decola para o Cairo nesta quinta para resgatar segundo grupo de brasileiros em Gaza

    Aeronave também levará 11 toneladas de alimentos para ajuda humanitária o enclave

    Avião ficará na capital egípcia aguardando a liberação dos brasileiros
    Avião ficará na capital egípcia aguardando a liberação dos brasileiros Força Aérea Brasileira (FAB)

    Jussara Soaresda CNN

    Brasília

    O avião KC-30 da Força Áerea Brasileira (FAB) tem decolagem prevista nesta quinta-feira (7), às 9h, do Rio de Janeiro com destino ao Cairo, capital do Egito, para resgatar o grupo de 102 brasileiros e familiares próximos que estão na Faixa de Gaza.

    A aeronave com 200 lugares também levará 11 toneladas de alimentos para ajuda humanitária à Gaza. Segundo a CNN apurou, o avião ficará na capital egípcia aguardando a liberação dos brasileiros.

    Segundo integrantes da diplomacia, a expectativa é que o aval de Israel e do Egito para a saída dos brasileiros da área conflagrada ocorra a partir desta quinta-feira (7). A lista foi entregue às autoridades que controlam a passagem de Rafah no fim de novembro.

    Um dos brasileiros que faz parte do grupo afirmou à CNN que as famílias foram avisadas para ficar preparadas, pois “a hora da partida está próxima”.

    O Itamaraty mantém contato permanente com o grupo, além de oferecer suprimentos, abrigo, transporte e atendimento psicológico remoto.

    A representação do Brasil na Palestina informou nesta quarta-feira (6) que já reuniu 85 brasileiros e familiares na cidade de Rafah, na fronteira da Faixa de Gaza com o Egito. Eles foram acomodados em quatro imóveis alugados pelo governo brasileiro.

    Do grupo de 85 pessoas, 74 estavam em Khan Yunis, cidade do Sul de Gaza que se tornou alvo da ofensiva israelense. Como mostrou a CNN, este grupo foi deslocado de ônibus para Rafah em uma operação que terminou sábado (2). As outras 11 pessoas estavam localidades de Deir Al Balah e Nuseirat.

    Além do grupo que já está em Rafah aguardando a repatriação, há 17 pessoas em diferentes cidades próximas, que estão sendo acompanhadas pelos diplomatas na região.

    “Conseguimos concentrar 85 brasileiros e familiares próximos em Rafah, retirando-os dos teatros de operações mais intensos de Khan Younes, Deir al Balah e do campo de refugiados de Nuseirat, e colocando-os muito próximos do passo de fronteira. Aguardamos apenas a autorização para a evacuação”, afirmou o embaixador do Brasil na Palestina, Alessandro Candeas.