Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Barros diz que cabe a Bolsonaro decisão sobre mudança em liderança

    O líder do governo na Câmara disse à CNN que pretende esclarecer as acusações à CPI da Pandemia "o quanto antes"

    O presidente Jair Bolsonaro e o deputado Ricardo Barros (28.set.2020)
    O presidente Jair Bolsonaro e o deputado Ricardo Barros (28.set.2020) Foto: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO

    Gustavo Uribeda CNN

    Ouvir notícia

     O líder do governo na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros (PP-PR), disse nesta quarta-feira (30) à CNN Brasil que cabe ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a decisão sobre sua permanência na função legislativa e ressaltou que as acusações contra ele são ataques ao governo federal.

    “O cargo é do presidente”, disse. “Eu vou à CPI da Pandemia o quanto antes. O ataque é ao governo federal”, acrescentou.

     A CPI da Pandemia aprovou nesta quarta-feira (30) requerimento de convocação do líder do governo. A inquirição, segundo o presidente Omar Aziz (PSD-AM), foi marcada para o dia 08 de julho

    Barros tem sido apontado como responsável pela indicação de do ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde Roberto Ferreira Dias. Ele foi exonerado do cargo nesta quarta-feira (30). O líder do governo nega que tenha tido influência na nomeação do ex-diretor.

    De acordo com reportagem do jornal “Folha de S.Paulo”, o empresário Luiz Paulo Dominguetti Pereira, que se apresenta como representante da empresa Davati Medical Supply, diz ter recebido pedido de propina de US$ 1 por dose de vacina da Astrazeneca em troca de fechar contrato com o Ministério da Saúde.

    Mais Recentes da CNN