Bia Kicis é eleita presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara

Deputada bolsonarista recebeu 41 votos e vai presidir uma das comissões mais importantes da Casa

A deputada Bia Kicis (PSL-DF)
A deputada Bia Kicis (PSL-DF) Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Noeli Menezes, da CNN, de Brasília

Ouvir notícia

A Câmara dos Deputados elegeu as presidências de 10 comissões nesta quarta-feira (10). Uma das principais da casa, a presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) ficou com a deputada bolsonarista Bia Kicis, do PSL.

Ela foi eleita por 41 votos. 19 integrantes do colegiado votaram em branco em protesto contra a indicação do nome de Bia.

A CCJ analisa os aspectos constitucionais e legais de todo projeto de lei ou proposta de emenda à Constituição, emitem pareceres jurídicos quando solicitados e avaliam eventuais pedidos de cassação de mandatos dos parlamentares.

Bia Kicis ficará no comando da CCJ até 2022. Ela é uma das principais aliadas do presidente Jair Bolsonaro. A deputada também é investigada no inquérito das fake news, que apura ataques e ofensas a ministros do Supremo.

Confira as presidências de 10 comissões:

Agricultura (CAPADR): Aline Sleutjes PSL/PR
Finanças e Tributação (CFT): Júlio César PSD/PI
Educação (CE): Profa. Dorinha Seabra DEM/TO
Constituição e Justiça (CCJC): Bia Kicis PSL/DF
Des. Econômico (CDEICS): Otto Alencar Filho PSD/BA
Trabalho (CTASP): Afonso Motta PDT/MS
Fiscalização Financeira (CFFC): Áureo Ribeiro Solidariedade/RJ
Ciência e Tecnologia (CCTCI): Aliel Machado PSB/PR
Des. Urbano (CDU): José Priante MDB/PA
Integração Nacional (CINDRA): Cristiano Vale PL/PA

Mais Recentes da CNN