Bolsonaro autoriza uso das Forças Armadas contra focos de incêndio na Amazônia

Decreto prevê o uso de missão de Garantia de Lei e Ordem (GLO) no período de 11 de maio a 10 de junho

Tronco de árvore em chamas na Amazônia
Tronco de árvore em chamas na Amazônia Foto: Ueslei Marcelino - 23.ago.2019/ Reuters

Diego Freire,

da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Em decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (7), o presidente Jair Bolsonaro autoriza o emprego das Forças Armadas na Garantia de Lei e Ordem (GLO) em áreas da Amazônia Legal de 11 de maio a 10 de junho.

A autorização prevê o uso da GLO no combate a focos de incêndio e ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais, direcionada ao desmatamento ilegal.

Estão cobertas pelo decreto a faixa de fronteira, nas terras indígenas, nas unidades federais de conservação ambiental e em outras áreas federais nos Estados da Amazônia Legal.

Realizadas exclusivamente por ordem expressa da Presidência da República, as missões de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) ocorrem nos casos em que há o esgotamento das forças tradicionais de segurança pública ou em graves situações de perturbação da ordem.

Além do presidente, também assinam o decreto o novo ministro da Justiça André Mendonça, o ministro da Defesa Fernando Azevedo e Silva, o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles e o chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) general Augusto Heleno.

 

 

Mais Recentes da CNN