Bolsonaro deve nomear Pazuello para cargo no Palácio do Planalto

Presidente discute acomodar ainda nesta semana general da ativa em uma função na Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República

Pazuello durante seu segundo dia de oitivas na CPI da Pandemia
Pazuello durante seu segundo dia de oitivas na CPI da Pandemia Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Gustavo UribeThais Arbexda CNN

Ouvir notícia

 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) prepara a nomeação do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello para um cargo no Palácio do Planalto.

Segundo quatro fontes ouvidas pela CNN, o mandatário discute acomodar o general da ativa em um cargo comissionado na SAE (Secretaria de Assuntos Estratégicos) da Presidência da República.

O Palácio do Planalto ainda não definiu se o militar ocupará uma função na Secretaria de Planejamento Estratégico ou na Secretaria de Estudos Estratégicos, estruturas que fazem parte da SAE.

 

A expectativa é de que a nomeação de Pazuello seja publicada no “Diário Oficial da União” ainda nesta semana. O assunto foi definido, segundo assessores palacianos, na noite de segunda-feira (31).

Procurada pela CNN, a Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social) da Presidência da República ainda não respondeu à reportagem.

O general da ativa, que deve ser reconvocado pela CPI da Pandemia, responde a um procedimento disciplinar no Exército por ter participado de um protesto em apoio ao presidente sem ter solicitado autorização prévia.

A tendência hoje é de que ele receba uma punição de advertência, em um esforço do comando militar para dar exemplo ao restante da tropa.

 

Mais Recentes da CNN