Bolsonaro deveria dar o exemplo e se vacinar, diz presidente da CPI à CNN

Para Omar Aziz, há uma recusa por parte da população em relação aos imunizantes por falta de unidade no discurso federal sobre importância das vacinas

Lucas Rocha e Jorge Fernando Rodrigues, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Em entrevista à CNN neste domingo (20), o senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI da Pandemia, afirmou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deveria dar o exemplo e se vacinar contra a Covid-19.

Segundo Aziz, a CPI tem se analisado a influência do comportamento do presidente da República na adesão da vacinação contra a Covid-19 pela população. Para Aziz, há uma recusa por parte da população em relação aos imunizantes por falta de unidade no discurso do governo federal sobre a segurança e importância das vacinas.

O presidente tinha que se vacinar e dar exemplo como chefe da nação. Isso é importante, outros chefes de Estado fizeram isso

Omar Aziz, presidente da CPI da Pandemia

“Muitas perdas poderiam ter sido evitadas se tivéssemos começado a vacinar no momento certo, em janeiro desse ano. Não vacinamos mais, porque não temos doses suficientes para vacinar”, disse Aziz.

Aziz afirmou ainda que a lista de investigados pela comissão deve aumentar, mas não citou se o presidente Jair Bolsonaro faria parte dessa nova lista. Entre os focos da investigação está a compra da vacina Covaxin, intermediada pela empresa Precisa Medicamentos, e possíveis pressões sobre a Anvisa para a aprovação do imunizante.

“É uma discussão técnica, não é uma discussão política se pode ou não pode investigar [o presidente]. Isso não quer dizer que você não possa no relatório final mostrar e falar, lógico, com fatos concretos, longe de querer politizar essa coisa, qual foi a participação real do presidente nessa questão”, disse Aziz.

Mais Recentes da CNN