Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bolsonaro não sinaliza aumento a policiais e pressão sobe, dizem fontes

    Presidente e o ministro da Justiça, Anderson Torres, conversaram no Palácio do Planalto no fim da tarde desta segunda-feira (18); Torres levou ao presidente a insatisfação dos policiais após se reunir com representantes da categoria

    Caio Junqueira

    Ouvir notícia

    Terminou indefinida a reunião entre o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ministro da Justiça, Anderson Torres, para tratar da reestruturação da carreira dos policiais federais, segundo fontes do Ministério da Justiça.

    Ambos conversaram no Palácio do Planalto no fim da tarde desta segunda-feira (18). Torres levou ao presidente a insatisfação dos policiais após se reunir, mais cedo, com representantes da categoria.

    Nesta reunião, os policiais deixaram claro ao ministro o descontentamento da categoria e a possibilidade de um movimento contrário ao governo, além de terem manifestado o incômodo com o fato de o presidente não querer receber os policiais no Palácio do Planalto. O ministro pediu-lhes, segundo participantes da reunião, paciência e tempo e disse que nada estava definido. Mais tarde, porém, foi o próprio presidente que teria lhe dito isso.

    A pressão aumentou. Duas das principais entidades, a Associação dos Delegados de Polícia Federal, e a Federação Nacional dos Policiais Federais, realizam suas assembleias nesta terça-feira. Na quarta-feira (20), será a vez dos policiais rodoviários federais.

    Mais Recentes da CNN