Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Carlos Alberto de Nóbrega critica Lula por falta de diploma: “Por isso o país está desse jeito”

    Em participação no "Roda Viva", da TV Cultura, o humorista questionou: "Um homem que não tem um curso ginasial, universitário, contábil, qualquer coisa que seja, ser presidente da República?"

    Da CNN

    São Paulo

    O humorista Carlos Alberto de Nóbrega, de 87 anos, criticou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) por não ter diploma de ensino médio e nem de nível superior.

    Em participação no “Roda Viva”, da TV Cultura, o apresentador do programa “A Praça É Nossa”, do SBT, foi questionado sobre o que perguntaria para o presidente da República se pudesse.

    Após relutar, inicialmente, rindo e dizendo que não pensou em nada, ele disse que perguntaria: “O que o senhor me explica de um presidente da República, no dia que recebe o diploma de presidente, chora e diz que é o primeiro diploma que recebeu na vida?”.

    Carlos Alberto acrescentou: “Um homem que não tem um curso ginasial, universitário, contábil, qualquer coisa que seja, ser presidente da República? Por isso que o país está desse jeito”.

    De acordo com o registro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para as eleições do ano passado, Lula tem como grau de instrução o ensino fundamental completo e a ocupação de “torneiro mecânico”.

    Durante discurso em Foz do Iguaçu, no Paraná, na retomada das obras da Universidade Federal da Integração da América Latina (Unila), nesta terça-feira (4), Lula afirmou que quando tomou posse da Presidência pela primeira vez, ele e o seu vice, José Alencar, não tinham diploma.

    Entretanto, o chefe do Executivo afirma que havia adquirido consciência política “nas minhas lutas sindicais e no aprendizado que eu tive, de que não existe, na história da humanidade, e muito menos existia, alguma nação que tivesse se desenvolvido sem antes investir na educação”.

    “Se eu, nascido em Garanhuns [em Pernambuco], sem diploma universitário, cheguei onde eu cheguei, onde é que vocês podem chegar? Onde vocês quiserem, é só vocês terem determinação”, prosseguiu Lula, se dirigindo ao público.

    “A gente não mede a qualidade de um político pela quantidade de ponte que ele faz. Qualquer um faz ponte. A gente não mede a qualidade de um político pela quantidade de asfalto que ele coloca. Qualquer um pode colocar asfalto. A gente mede a capacidade de um político pela qualidade de vida do povo daquele estado, daquela cidade, da educação ou da saúde”, finalizou o presidente.

    A fala do humorista também foi rebatida pela deputada federal e presidente do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann (PT-PR).

    “Preconceituosa a fala do humorista Carlos Alberto de Nóbrega com o presidente que mais criou universidades e campus no país. Entre 2003 e 2014 foram criadas 18 novas universidades federais e 173 campus universitários. E, hoje, Lula enviou projeto de lei ao Congresso Nacional para ampliar o número de vagas para milhares de alunos”, publicou Gleisi no Instagram.

    *Publicado por Léo Lopes, da CNN