Centrão cresce em janela partidária e PL se torna maior bancada da Câmara

De olhos nas eleições de 2022, deputados negociam alianças estaduais e trocam de partidos antes do pleito

Plenário da Câmara dos Deputados
Plenário da Câmara dos Deputados 01/02/2021 REUTERS/Adriano Machado

Gabriela Vinhalda CNN

Em Brasília

Ouvir notícia

Na reta final da janela partidária, políticos se apressam para negociar as últimas alianças estaduais de olho nas eleições de 2022. Até o momento, foram registradas ao menos 65 trocas de partido entre deputados federais –o equivalente a quase 13% dos 513 parlamentares.

As legendas que mais cresceram foram as do Centrão, como o PL, do presidente Jair Bolsonaro, que se tornou a maior bancada, com 69 membros. O número é superior ao dos petistas, com 53 congressistas, que têm a segunda maior bancada da Casa.

Parlamentares têm até às 23h59 desta sexta-feira (1º) para migrar para outras siglas. De acordo com o levantamento da CNN baseado nas informações do sistema da Câmara, o segundo partido que mais recebeu filiações foi o Republicanos, com 13, seguido do PP, com 6. Junto com o PL, ambas as legendas compõem a base aliada do governo Bolsonaro.

Os números, contudo, devem mudar. Isso porque os dados da Casa demoram a ser atualizados, pois dependem da documentação enviada pelos próprios deputados à Mesa Diretora.

Comandado pelo ex-ministro Gilberto Kassab, o PSD recebeu seis novos deputados, mas perdeu dois, e registrou um crescimento de quatro integrantes na bancada. Entre as siglas que mais perderam espaço, está o União Brasil, fusão entre o DEM e o PSL, que ensaiou ter a maior bancada da Câmara, com 81 parlamentares, e ampliou o fundo eleitoral e o tempo de televisão. Do total, perdeu 29 deputados – sendo mais de 20 bolsonaristas – e agora reúne 52 parlamentares.

O analista político André Santos, da Contatos Assessoria Política, explica que a ida de Bolsonaro ao PL impactou a janela eleitoral deste ano, em um cenário polarizado. “No jogo político, o principal palanque é o presidencial. Mas terão que disputar com o principal rival, que é o PT, partido do ex-presidente Lula [Luiz Inácio Lula da Silva]”, justificou.

Tradicionalmente, os partidos apostam no lançamento de candidatos ao Palácio do Planalto para ampliar a gama de nomes e conquistar o maior número na Câmara. Mas, em algumas situações, a estratégia não se cumpre. Como é o caso do Podemos, sigla escolhida anteriormente pelo ex-juiz Sergio Moro, antes pré-candidato à presidência, que agora anunciou a ida ao União ao Brasil. Ainda de acordo com os dados da Câmara, o Podemos perdeu três deputados e não ganhou nenhum, está com oito parlamentares.

Até o momento, nenhum partido deixou de existir na Casa. Com apenas uma deputada, Joenia Wapichana (RR), a Rede segue sendo o menor partido – o deputado Túlio Gadêlha, que era do PDT de Pernambuco, anunciou que seguiria para a Rede, mas o registro ainda não consta do sistema do Legislativo.

A previsão, segundo André Santos, é que haja menos partidos na Câmara para 2023. Isso ocorre devido às novas regras eleitorais, como o fim da cláusula de barreira e das coligações, que mantém fortes partidos maiores e ameaças os nanicos, como Psol, Rede e Novo.

Os dois primeiros avançam na formalização de uma federação. “Já o Novo enfrenta resistências ideológicas, por não ter tanta proximidade de um projeto político de outras legendas”, justificou o especialista.

Confira as movimentações por partido

(Fonte: Câmara dos Deputados)

PL
Recebeu 33
Perdeu 6
Balanço = + 27

Republicanos
Recebeu 15
Perdeu 2
Balanço = + 13

PP
Recebeu 8
Perdeu 2
Balanço: +6

PSD
Recebeu 6
Perdeu 2
Balanço: + 4

União Brasil
Não recebeu ninguém
Perdeu 29
Balanço: – 29

PTB
Não recebeu ninguém
Perdeu 5
Balanço: -5

PDT
Não recebeu ninguém
Perdeu 3
Balanço: – 3

Podemos
Não recebeu ninguém
Perdeu 3
Balanço: – 3

Patriota
Não recebeu ninguém
Perdeu 2
Balanço: – 2

PV
Não recebeu ninguém
Perdeu 2
Balanço: – 2

Solidariedade
Recebeu 1
perdeu 3
balanço: -2

PSB
Não recebeu ninguém
Perdeu 2
Balanço: – 2

MDB
Não recebeu ninguém
Perdeu 1
Balanço: – 1

Cidadania
Não recebeu ninguém
Perdeu 1
Balanço: – 1

PROS
Não recebeu ninguém
Perdeu 1
Balanço: -1

PSDB
Recebeu 1
Perdeu 1
Balanço = 0

(Um dos deputados que saiu do PDT ainda esta sem partido)

Mais Recentes da CNN