Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Com articulação de Leite, Tarcísio envia bombas de drenagem ao RS

    Governadores do Nordeste também enviarão equipamentos

    O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas
    O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas Sergio Barzaghi/Governo do Estado de SP

    Basília RodriguesDébora Bergamascoda CNN Brasília

    O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), atendeu a um pedido do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), e enviou ao estado bombas de drenagem de água para ajudar a secar as cidades gaúchas atingidas pelas cheias.

    Ao todo, serão dez equipamentos. Pelo menos duas bombas foram transportadas, nesta sexta-feira (17), por aviões KC-390 das Forças Armadas e já chegaram à Base Aérea de Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre. Serão transportadas até à capital gaúcha por caminhões do Exército Brasileiro.

    Caminhão com bombas de drenagem de água para ajudar a secar as cidades gaúchas atingidas pelas cheias / Divulgação

    O ministro da Secretaria Extraordinária de Apoio à Reconstrução do Rio Grande do Sul, Paulo Pimenta, disse em entrevista à CNN nesta sexta-feira (17) que governadores do Nordeste também vão enviar equipamentos para drenar água que são usados na transposição do rio São Francisco.

    “Nós estamos ajudando as prefeituras a trazerem bombas, da Sabesp (companhia paulista), ontem eu e o ministro Waldez (Góes, do Desenvolvimento Regional) e Renan (Filho, dos Transportes) contatamos governadores do Nordeste que têm bombas de grande poder que são usadas na transposição do rio São Francisco. Estamos trabalhando com as Forças Armadas para que o mais rápido possível a gente possa expulsar a água”, afirmou.

    Trata-se de um exemplo de coordenação política e institucional, em que o poder federal, por meio das Forças Armadas, e os governadores de espectros políticos diferentes se unem para ajudar brasileiros.

     

    Produtores de arroz também auxiliam com o envio de bombas menores para fazer a água fluir.

    A água das chuvas e da inundações de rios ainda não baixou na área urbana de diversos municípios. Enquanto há lugares onde a água já secou, há cidades do Sul do estado que ainda estão começando a ficar inundadas.

    O uso de bombas de drenagem é uma das principais demandas agora no Rio Grande do Sul, somente depois disso será possível visualizar tudo o que foi destruído.