Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Com PPI, Tebet sinaliza que aceita Planejamento

    MDB recebeu sinalização do governo de transição de que aceita ceder o programa federal para o Planejamento. A definição final deve ser feita, no entanto, apenas após encontro entre Lula e Tebet.

    Gustavo Uribeda CNN

    A cúpula nacional do MDB recebeu indicativo na manhã desta terça-feira (27) de que o novo governo aceita ceder o PPI (Programa de Parcerias de Investimentos) para o Ministério do Planejamento.

    O controle sobre o programa federal era uma das condições estabelecidas pelo partido para que a senadora Simone Tebet (MDB-MS) aceitasse assumir a pasta.

    Segundo apurou a CNN Brasil com dirigentes do partido, a senadora aceitou abrir mão do controle dos bancos públicos desde que a iniciativa seja transferida para o Planejamento.

    A articulação tem sido conduzida na manhã desta terça-feira (27) entre o presidente nacional do MDB, Baleia Rossi, e o futuro ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha.

    O acordo final, no entanto, só será fechado após encontro entre Simone Tebet e o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, que deve ocorrer nesta terça-feira (27).

    Lula passou a manhã desta terça-feira (27) em contato com dirigentes emedebistas na tentativa de chegar a um acordo para que Tebet assuma o Planejamento.