Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Com risco de ser cassado, Jorge Seif diz “confiar na justiça”

    Tribunal Superior Eleitoral retoma, na noite desta terça-feira(16), julgamento de ação que pode cassar mandato do senador

    Seif acusado de cometer abuso de poder econômico durante a campanha em 2022
    Seif acusado de cometer abuso de poder econômico durante a campanha em 2022 Geraldo Magela/Agência Senado

    Marina Demorida CNN

    Brasília

    O Senador Jorge Seif (PL-SC) disse à CNN, nesta terça-feira (16) que “não há provas, só narrativas”, no processo que pode resultar na cassação do mandato da chapa em que foi eleito, em 2022. O julgamento da ação será retomado às 19h, no plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

    “Confio nas instituições. Confio na justiça. Confio em Deus. Venci de 7 a 0 em SC. O Ministério Público de Santa Catarina pediu arquivamento e litigância de má-fé aos autores por falta de provas. Estou com a verdade, não há provas, só narrativas”, disse Seif.

    Seif é acusado de abuso de poder econômico durante a campanha eleitoral, por ter sido supostamente beneficiado pelo apoio dos empresários Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, e Almir Manoel Atanázio dos Santos, presidente do Sindicato das Indústrias de Calçados da cidade de São João Batista-SC.

    Quando candidato, teria utilizado aeronaves e a estrutura das empresas a seu favor. O senador nega ter cometido irregularidades.

    O senador foi absolvido no Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC), mas a coligação formada pelo PSD, União Brasil e Patriota, que faz as acusações, entrou com recurso junto ao TSE. Se for condenado na corte eleitoral, a chapa perde o mandato e novas eleições devem ser convocadas em Santa Catarina.