Com saída de Alckmin do PSDB, chapa com Lula é testada pelo PSB

Objetivo é de que o ex-governador tucano aproxime o petista de um novo público

Isabela Filardida CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Com a vitória de João Doria nas prévias do PSDB, a expectativa de aliados de Geraldo Alckmin (PSDB) é de que ele formalize sua desfiliação da legenda em breve. As informações são da âncora da CNN Daniela Lima.

O ex-governador levou Doria para a política, mas, segundo interlocutores, sua sensação agora é de “arrependimento profundo”. Com sua saída do PSDB, Alckmin deve ficar um período sem partido.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem interesse em levá-lo para o PL, o que é improvável, de acordo com aliados do ex-governador.

Outra opção que vem sendo sondada é sua ida ao PSB e se tornar o vice de Lula (PT) nas próximas eleições.

O PSB de São Paulo decidiu colocar nas ruas uma pesquisa para avaliar se o público aprova a ida de Alckmin para a chapa de Lula, que tem como objetivo levar para o ex-presidente um público que ele não tem, especialmente no interior de São Paulo, que sempre foi fiel ao tucano.

Com essa pesquisa, o partido pretende provar para o petista e para o ex-governador que essa junção renderia dois ou três pontos a mais para Lula em São Paulo.

Em paralelo, o PSB também faz pesquisas e sonda como seria o resultado das eleições entre Márcio França (PSB) e Fernando Haddad (PT) para governador no próximo ano.

Mais Recentes da CNN