Comitiva de Bolsonaro em viagem aos EUA tem 10 membros com coronavírus

GSI confirmou que quatro participantes testaram positivo, elevando o número de infectados no grupo que se reuniu com autoridades americanas na semana passada

Presidente Jair Bolsonaro desembarca de avião da FAB
Presidente Jair Bolsonaro desembarca de avião da FAB Foto: Força Aérea Brasileira - 06.nov.2018/ Reprodução

Da CNN Brasil, em São Paulo

Ouvir notícia

O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República confirmou que quatro integrantes da equipe de apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) apresentaram resultado positivo para o novo coronavírus. Com isso, são 10 os membros da comitiva presidencial que foram aos Estados Unidos, na semana passada, e estão com a doença.

Em nota à imprensa, publicada nesse domingo (15), o GSI disse que os integrantes cumprem isolamento de 14 dias, em casa, desde a chegada ao Brasil. Todos os auxiliares que estavam no voo presidencial foram submetidos ao teste do COVID-19. Os nomes ainda não foram divulgados.

Ao retornar ao Brasil, Bolsonaro também realizou o exame, que deu negativo. Durante a viagem, o presidente e a equipe se reuniram com várias autoridades, inclusive o presidente americano Donald Trump. O teste de Trump também deu negativo.

Os outros integrantes da comitiva de Bolsonaro que testaram positivo para o novo coronavírus são o senador Nelsinho Trad (PSD-MS); o embaixador do Brasil em Washington, Nestor Forster; o secretário de Comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten; o secretário-adjunto de Comunicação da Presidência da República, Samy Liberman; a advogada Karina Kufa; e o publicitário Sergio Lima, responsável pelo marketing do partido em criação Aliança pelo Brasil. (Com Agência Brasil)

Mais Recentes da CNN