Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Convidado, TSE diz que não irá acompanhar eleições na Venezuela

    Convite foi encaminhado pelo Ministério de Relações Exteriores ao tribunal no dia 17 deste mês; Corte ainda não respondeu oficialmente ao Itamaraty que não irá

    Vista da sede do TSE em Brasília
    Vista da sede do TSE em Brasília Adriano Machado/Reuters (11.dez.2022)

    Basília Rodriguesda CNN

    Brasília

    O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou nesta quinta-feira (30) que não irá acompanhar as eleições na Venezuela, apesar do convite para integrar o grupo de observadores internacionais no pleito do dia 28 de julho.

    Como a CNN divulgou, o convite foi encaminhado pelo Ministério de Relações Exteriores ao TSE no dia 17 deste mês. O tribunal ainda não respondeu oficialmente ao Itamaraty que não irá.

    O Brasil é um dos principais defensores de eleições livres e democráticas no país vizinho. Por isso, foi convidado a integrar a comitiva de observadores.

    Na semana passada, a Venezuela retirou o convite a observadores da União Europeia (UE), depois que o bloco ratificou sanções contra funcionários do governo de Nicolás Maduro.