Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Corregedor se fecha e promete voto denso a colegas sobre chapa Bolsonaro-Mourão

    Luís Felipe Salomão indicou "surpresa" na leitura de seu voto

    Da CNN

    em São Paulo

    De acordo com ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o corregedor Luís Felipe Salomão não vai antecipar aspectos do seu voto sobre o julgamento da cassação da chapa que elegeu o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o vice, Hamilton Mourão (PRTB).

    No entanto, segundo a âncora da CNN Daniela Lima, integrantes da corte afirmaram que Salomão indicou um voto denso e com surpresa. O caso será julgado na próxima terça-feira (26).

    As acusações nas ações, ajuizadas pela coligação encabeçada pelo Partido dos Trabalhadores (PT), são de abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação para disparo de mensagens em massa.

    (Publicado por Evandro Furoni)