Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CPI pede a Pacheco que interpele Braga Netto sobre denúncia de Rogério Carvalho

    Omar Aziz pede que sejam esclarecidas as denúncias feitas pelo senador Rogério Carvalho de que houve uma tentativa de vasculhar sua vida

    O senador suplente da CPI da Pandemia Rogério Carvalho (PT-SE) em entrevista à CNN (12.jul.2021)
    O senador suplente da CPI da Pandemia Rogério Carvalho (PT-SE) em entrevista à CNN (12.jul.2021) Foto: Reprodução / CNN

    Rachel Vargas da CNN em Brasília

    Ouvir notícia

    O presidente da CPI da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD-AM), enviou um ofício ao presidente do senado, Rodrigo Pacheco, para que sejam esclarecidas as denúncias feitas pelo senador Rogério Carvalho, que é suplente na comissão parlamentar de inquérito, de que houve uma tentativa de vasculhar sua vida.

    A revelação foi feita durante abertura dos trabalhos da CPI nesta terça-feira (3). Carvalho relatou que um amigo recebeu a visita de dois oficiais do exército, sendo um deles da ativa, para “bisbilhiotar”

    “Eu quero informar a esta CPI e a todos que estão ouvindo que eu fui surpreendido na semana passada… fui convidado por um amigo, para uma conversa e ele relatou que recebeu um oficial do exército. Presta atenção, Sr. Relator: um coronel do Exército, que foi ao meu estado para bisbilhotar a minha vida, para saber o que tinha para usar contra mim”, revelou o parlamentar.

    Rogério Carvalho garante que o emissário do exército foi ao seu estado sob ordem do Ministro da Defesa. O senador relembrou que já solicitou por meio de requerimento a quebra de sigilo telemática de Braga Netto e insistiu para que isso não fique parado. “Depois dessa ameaça, é o mínimo que a gente pode fazer para dizer que essa CPI não se curva a ameaças autoritárias de um tempo que achamos que já tínhamos superado”, afirmou o senador.

    No documento encaminhado à Pacheco, Omar Aziz pede que o presidente do Senado “interpele o ministro da Defesa, Braga Netto”, e pede ainda que sejam adotadas as medidas consideradas pertinentes. Braga Netto passou a ser criticado pelos integrantes do grupo majoritário da CPI após divulgar uma nota atacando diretamente o presidente da comissão.

    A reação do general foi após uma fala de Omar, durante depoimento do ex-diretor de logística do Ministério da Saúde, Roberto Dias, em que afirmou que: “os bons das Forças Armadas devem estar muito envergonhados com algumas pessoas que hoje estão na mídia, porque fazia muito tempo, fazia muitos anos que o Brasil não via membros do lado podre das Forças Armadas envolvidos com falcatrua dentro do governo”.

    Nesta terça-feira (3),a cpi chegou a ensaiar a votação da convocação do ministro da Defesa. Mas, após muita discussão, o autor do requerimento, senador Alessandro Vieira, decidiu retirar o tema de pauta para refazer o pedido com mais fundamentos. O novo pedido já foi apresentado. A CPI procurou o presidente do Senado e o Ministro da Defesa e aguarda retornos.

    Mais Recentes da CNN