Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Cúpula militar torce para delação rápida de Mauro Cid

    Existe um temor no meio militar que Cid envolva outros ex-generais do Exército como Augusto Heleno, Braga Netto, e Luiz Eduardo Ramos

    Raquel Landimda CNN

    São Paulo

    A cúpula militar torce por uma delação rápida de Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro, mesmo que envolva outros membros importantes das Forças Armadas, apurou a CNN.

    Existe um temor no meio militar que Cid envolva outros ex-generais do Exército como Augusto Heleno, Braga Netto, e Luiz Eduardo Ramos – todos do entorno de Bolsonaro.

    Havia um desejo inicial nas Forças de que a delação de Cid ficasse restrita a sua atuação e a de Bolsonaro para evitar descontentamento nos quartéis, mas hoje já está mais claro que isso é praticamente impossível.

    Segundo uma fonte da cúpula militar, quem optou pela política e exorbitou, tem que pagar, caso contrário fica impossível fazer uma virada de página.

    “A imagem das Forças Armadas somos todos nós. Nosso principal ativo é a respeitabilidade. Não podemos ficar associados a mau feito e sujeitos a uma revelação nova a cada semana”, me disse uma fonte militar.