Defesa de Lula vai ao STF após juiz do PR manter bloqueio de bens

Juiz manteve bloqueio de bens do ex-presidente ao enviar processos para o Distrito Federal

Da CNN

Ouvir notícia

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recorreu, na noite desta quarta-feira (17), ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão do juiz Luiz Antonio Bonat,  da 13ª Vara Federal de Curitiba, em manter o bloqueio de bens de Lula, após enviar os processos do ex-presidente à Justiça Federal do Distrito Federal.

A defesa alega “afronta à autoridade”, uma vez que a decisão da 13ª Vara Federal de Curitiba estaria em desencontro com a decisão da Suprema Corte, realizada pelo ministro Edson Fachin. 

“Houve, portanto, inequívoca afronta à autoridade da decisão proferida por esse Supremo Tribunal Federal no habeas corpus a justificar o cabimento e a procedência desta Reclamação”, constava no documento da defesa. 

O ministro do STF anulou todas as decisões da 13ª Vara de Curitiba, incluindo as condenações, justificando que a Vara não seria competente para julgar as ações que envolvem o ex- presidente. 

Mais Recentes da CNN