Defesa de Roberto Jefferson diz que pode recorrer a corte internacional

Advogado do presidente do PTB afirma ainda que pedirá a suspeição do ministro Alexandre de Moraes, do STF

Cleber Rodrigues e Lucas Janone, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

A defesa do presidente do PTB, Roberto Jefferson, diz que pode denunciar o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes para a Organização dos Estados Americanos (OEA), com o intuito de contestar a prisão do ex-deputado na última sexta-feira (13). A declaração foi dada neste sábado (14) pelo advogado do político, Luiz Gustavo Pereira.

“Nós já estamos preparando para a próxima semana uma denúncia na Organização dos Estados Interamericanos contra os abusos cometidos pelo ministro Alexandre de Moraes”, disse o advogado de Roberto Jefferson.

A defesa do presidente do PTB também diz que pedirá a suspeição do ministro do STF, alegando que Jefferson e Moraes já travaram disputas judiciais, o que deixaria o ministro mais inclinado a uma condenação do acusado. A CNN adiantou essa informação na sexta-feira (13).

O advogado Luiz Gustavo Pereira e a vice-presidente do PTB, Graciela Nienov
Foto: Cleber Rodrigues

 

Os advogados de Roberto Jefferson pedem ainda que a conversão da prisão preventiva para domiciliar seja analisada de forma imediata. De acordo com o defensor, o presidente do PTB tem “delicados problemas de saúde e corre risco de morte na cadeia”.

Roberto Jefferson usou máscara com as cores da bandeira do Brasil
Roberto Jefferson usou máscara com as cores da bandeira do Brasil quando encaminhado à prisão
Foto: CNN Brasil (13.ago.2021)

A CNN entrou em contato com o gabinete do ministro Alexandre de Moraes para ouvi-lo sobre a possiblidade de denúncia à corte internacional e o pedido de suspeição e ainda aguarda retorno. 

Segundo a vice-presidente do PTB, Graciela Nienov, Jefferson continua como presidente do partido. O ex-deputado só será licenciado da função caso a prisão preventiva seja mantida pelo STF.

Mais Recentes da CNN