Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Defesa de suspeitos de agressão a Moraes pede novamente acesso às imagens do aeroporto

    Segundo relatos feitos à CNN, imagens corroboram versão do ministro, que acusa três pessoas de agredirem ele e sua família em Roma

    Elijonas Maiada CNN

    A defesa de Roberto Mantovani Filho, Andreia Munarão e Alex Zanata Bignotto pediu novamente nesta segunda-feira (11) ao Supremo Tribunal Federal (STF) acesso integral às imagens do caso envolvendo o ministro Alexandre de Moraes no aeroporto de Roma.

    O advogado Ralph Tórtima informou que ainda não teve o pedido atendido. A primeira petição foi feita em 31 de agosto, cinco dias antes de as imagens chegarem ao Brasil oficialmente.

    As imagens da confusão, agressão e hostilização denunciadas pelo ministro chegaram ao Ministério da Justiça na tarde de 4 de setembro. Os arquivos vieram de avião.

    A CNN apurou que as imagens do saguão são de longe e não são completamente nítidas. As gravações do aeroporto internacional de Roma, no entanto, ajudam a Polícia Federal no avançar das investigações. Para a PF, o circuito de segurança do local é fundamental.

    Na petição, o advogado que representa os três suspeitos de agressão pede “o fornecimento de cópia integral das imagens provenientes da Cooperação Internacional com a República Italiana, imediatamente após o recebimento”.

    Vídeo: Alexandre de Moraes é hostilizado em aeroporto de Roma