Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Delgatti falou à PF que recebeu R$ 40 mil de Zambelli para invadir sistemas do Judiciário, diz defesa

    Advogado do hacker disse que valor foi pago por um assessor da deputada

    Pedro Teixeirada CNN

    Brasília

    O hacker Walter Delgatti reafirmou à Policia Federal, durante depoimento nesta quarta-feira (16), que recebeu dinheiro da deputada Carla Zambelli (PL-SP) para invadir qualquer sistema do poder Judiciário.

    Segundo seu advogado, Ariovaldo Moreira, o valor foi de R$ 40 mil, pagos uma parte em espécie e outra por transferência bancária.

    VÍDEO – Defesa de hacker pede ao STF direito ao silêncio na CPMI do 8/1

    Ariovaldo disse que, durante o depoimento Delgatti, apresentou provas “relacionadas a pagamentos que ele recebeu da deputada”.

    Delgatti foi preso em 2 de agosto na operação da Polícia Federal que investiga a tentativa de invasão nos sistemas do Judiciário.

    Na mesma operação, a PF cumpriu mandado de busca em endereços da deputada. A suspeita da polícia é que a parlamentar contratou o hacker para incluir documentos no sistema judicial e possivelmente interferir em urnas eletrônicas através do código fonte. A parlamentar nega.

    Segundo o advogado de Delgatti, ele não foi questionado no depoimento sobre uma reunião com o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

    A defesa de Zambelli diz que “rechaça qualquer acusação de prática de conduta ilícita e imoral pela parlamentar, inclusive, negando qualquer tipo de pagamento ao mencionado hacker”.