Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Deputado do PP deve assumir presidência da CPI das Americanas

    Relatoria da Comissão ainda será definida, mas deverá ser destinada ao bloco formado por MDB, Republicanos, PSD, Podemos e PSC

    Unidade das Lojas Americanas, em Brasília
    Unidade das Lojas Americanas, em Brasília 12/01/2023REUTERS/Ueslei Marcelino

    Tainá Falcãoda CNN

    em Brasília

    O deputado federal Júlio Arcoverde (PP-PI) deverá ser indicado a presidente da CPI das Americanas, que investigará as inconsistências contábeis na empresa.

    A relatoria da Comissão ainda será definida, mas deverá ser destinada ao bloco formado por MDB, Republicanos, PSD, Podemos e PSC.

    As lideranças envolvidas no assunto já tem uma espécie de roteiro de perguntas para abrir os trabalhos desta Comissão. Os questionamentos iniciais serão, por exemplo:

    • Como Americanas conseguiu fraudar 48 bilhões de reais?
    • O que a consultoria PWC fez para  esconder os problemas contábeis da Americanas?
    • As empresas de auditoria estão envolvidas?
    • Se sim, que outras empresas estão na mesma situação de fraude?

    Inicialmente, a CPI das Americanas deve convidar para dar explicações os principais personagens envolvidos no caso: sócios majoritários Jorge Paulo Lemann, Beto Sicupira e Marcel Telles, além de empresas de auditorias.

    CPMI 8 de janeiro

    Cotado para assumir a presidência da CPMI do 8 de janeiro, que investigará a invasão da sede dos Três Poderes, o deputado André Fufuca (PP-MA) não assumirá o posto. A indicação de outro nome ainda é incerta.

    A avaliação de líderes do Centrão, até mesmo de parlamentares petistas e da base, com atuação, por exemplo, na CPI da Covid, é de que a CPMI será mais midiática e menos resoluta.

    Erramos: a versão anterior desta reportagem citava o deputado Júlio Arcoverde (PP-PI) como cotado para relator da CPI do 8 de janeiro, e não para presidente da comissão. O texto já foi ajustado.