Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Devemos mudar leis sobre armamento da população, diz Omar Aziz

    O senador e integrante do grupo de justiça e segurança pública da equipe de transição de governo disse que há a possibilidade de o Ministério da Justiça ser desmembrado em dois

    Fernanda PinottiLudmila Candalda CNN

    em São Paulo

    Em entrevista à CNN nesta segunda-feira (28), o senador Omar Aziz (PSD-AM), que integra o grupo de justiça e segurança pública da equipe de transição, disse que o novo governo deve mudar as leis que facilitaram o armamento da população.

    “Esse governo facilitou ao máximo o armamento. Quem tem acesso a isso não é a população mais carente”, disse. Aziz defendeu a criação de uma política de estado para que o armamento esteja concentrado nas polícias, e que elas estejam bem treinadas para lidar sobretudo com a questão da entrada de drogas no país.

    O senador também disse que uma das propostas em discussão é o desmembramento do Ministério da Justiça e da Segurança Pública em dois. A Justiça trataria de questões relacionadas a “presídios, direitos humanos e inserção social”, segundo ele. A Segurança Pública trataria do avanço da criminalidade, e Aziz pontua que seria o primeiro governo a ter um projeto de estado focado neste tema.

    Apoio do PSD ao presidente eleito

    Aziz disse que maioria dos senadores do Partido Social Democrático (PSD) – que terá a segunda maior bancada no Senado, atrás do PL apenas – apoia o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) desde o primeiro turno.

    “Estaremos votando projetos e programas para ajudar o Brasil a sair da crise que estamos vivendo”, disse. Ele ressaltou que não é contra a PEC proposta pela equipe de transição, já que o compromisso de continuar com o auxílio era uma proposta de ambos os candidatos à presidência

    “O Congresso precisa ter essa sensibilidade para aprovar a PEC”, disse Aziz.