Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Eleições 2022

    Lula venceu em 9 dos 10 estados com maior taxa de analfabetismo; veja resultados

    Alagoas é o estado com maior percentual de analfabetos

    Lula, Alckmin e Márcio França participam do evento “Cooperativismo e Economia Solidária com Lula”, em São Paulo.
    Lula, Alckmin e Márcio França participam do evento “Cooperativismo e Economia Solidária com Lula”, em São Paulo. Ricardo Stuckert

    Vital NetoTiago Tortellada CNN

    em São Paulo

    Entre os dez estados brasileiros com as maiores taxas de analfabetismo, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) venceu em nove no primeiro turno das eleições presidenciais neste domingo (2). O petista enfrentará Jair Bolsonaro (PL) no próximo dia 30, no segundo turno.

    Alagoas, o estado com maior índice de analfabetismo entre os maiores de 15 anos segundo dados do IBGE, votou majoritariamente em Lula (PT). O Rio de Janeiro, estado com menor taxa de analfabetismo, votou, majoritariamente, em Jair Bolsonaro (PL).

    Não há comprovação da correlação entre a métrica e a escolha dos eleitores. Além disso, o voto é facultativo para analfabetos no Brasil.

    Durante os governos de Lula (2003-2010), a taxa de analfabetismo caiu em todos os dez estados em questão.

    O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga a série histórica de analfabetismo entre pessoas acima de 15 anos entre os anos de 1992 e 2008 e de 2016 a 2019. Confira números abaixo:

    Veja resultados de Lula e Bolsonaro nos 10 estados com maior taxa de analfabetismo:

    1 º – Alagoas

    O estado de Alagoas tem 16% de taxa de analfabetismo, variando entre 16,9% para homens e 15,2% para mulheres. No estado, Lula obteve 56,50% dos votos válidos, e Bolsonaro, 36,05%.

    Em 2003, quando Lula assumiu o governo, a taxa de analfabetismo entre pessoas acima de 15 anos era de 30,14% no estado; em 2008, estava em 20,74%.

    2º – Paraíba

    O estado da Paraíba tem 15,1% pontos de taxa de analfabetismo, variando entre 17,7% para homens e 12,7% para mulheres. No estado, Lula obteve 64,21% dos votos válidos, contra 29,62% de Bolsonaro.

    Em 2003, a taxa de analfabetismo era de 25,21%; em 2008, 23,49%.

    3º – Piauí

    O estado do Piauí tem 15% de taxa de analfabetismo, variando de 16,8% para homens e 13,2% para mulheres. No estado, o ex-presidente Lula conseguiu 74,25% dos votos válidos, contra 19,91% de Bolsonaro.

    Em 2003, a taxa de analfabetismo era de 28,4%; em 2008, 24,33%.

    4º – Maranhão

    O estado do Maranhão tem 14,6% de taxa de analfabetismo, variando entre 15,8% para homens e 13,5% para mulheres. O ex-presidente Lula conseguiu 68,84% dos votos válidos no estado, contra 26,02% de Bolsonaro.

    Em 2003, a taxa de analfabetismo era de 23,77%; em 2008, 19,46%.

    5º – Ceará

    O estado do Ceará tem 12,7% de taxa de analfabetismo, variando entre 14,8% para homens e 10,7% para mulheres. O ex-presidente Lula conseguiu 65,91% dos votos válidos no estado, contra 25,38% de Bolsonaro.

    Em 2003, a taxa de analfabetismo era de 22,75%; em 2008, 19,06%.

    6º – Rio Grande do Norte

    O estado do Rio Grande do Norte tem 12,6% de taxa de analfabetismo, variando entre 14,9% para homens e 10,4% para mulheres. O ex-presidente Lula  conseguiu 62,98% dos votos válidos no estado, contra 31,02% de Bolsonaro.

    Em 2003, a taxa de analfabetismo era de 23,42%; em 2008, 19,99%.

    7º – Sergipe

    O estado de Sergipe tem 12,6% de taxa de analfabetismo, variando entre 14% para homens e 11,4% para mulheres. O ex-presidente Lula conseguiu 63,82% dos votos válidos no estado, contra 29,12% de Bolsonaro.

    Em 2003, a taxa de analfabetismo era de 19,17%; em 2008, 16,87%.

    8º – Bahia

    O estado da Bahia tem 12% de taxa de analfabetismo, variando entre 12,8% para homens e 11,2% para mulheres. O ex-presidente Lula conseguiu 69,73% dos votos válidos no estado, contra 24,31% de Bolsonaro.

    Em 2003, a taxa de analfabetismo era de 21,27%; em 2008, 17,3%.

    9º – Pernambuco

    O estado de Pernambuco tem 11% de taxa de analfabetismo, variando entra 11,8% para homens e 10,4% para mulheres. O ex-presidente Lula conseguiu 65,27% dos votos válidos no estado, contra 29,91% de Bolsonaro.

    Em 2003, a taxa de analfabetismo era de 21,77%; em 2008, 17,86%.

    10º – Acre

    O estado do Acre tem 10,9% de taxa de analfabetismo, variando entre 12,2% para homens e 9,6% para mulheres. No estado, Bolsonaro conquistou 62,50% dos votos válidos, contra 29,26% de Lula.

    Em 2003, a taxa de analfabetismo era de 16,86%; em 2008, 13,77%.