É enganoso que lançamento da campanha de Bolsonaro reuniu multidão em Brasília

Campanha ainda não teve lançamento oficial, conteúdo divulgado diz respeito a discurso de presidente em manifestação em setembro de 2021

do Projeto Comprova

Do Projeto Comprova

Ouvir notícia

Enganoso: É enganosa a afirmação de um vídeo publicado nas redes sociais de que o lançamento da campanha de Bolsonaro reuniu uma multidão em Brasília. Na verdade, a campanha ainda não foi lançada, e o conteúdo divulgado diz respeito a um discurso do presidente durante manifestação em setembro de 2021.

Conteúdo investigadoVídeo publicado em redes sociais mostra o presidente Jair Bolsonaro (PL) discursando para multidão em ato em Brasília. Na legenda das publicações, os autores afirmam que as imagens são do lançamento da campanha de Bolsonaro para as eleições de 2022.

Onde foi publicado: O conteúdo foi publicado em WhatsApp, Twitter e YouTube.

Conclusão do Comprova: São enganosas as publicações em redes sociais que dizem apresentar vídeo do lançamento da campanha de Bolsonaro para a eleição presidencial de 2022. As imagens mostram bandeiras nas cores verde e amarela e uma multidão de pessoas que acompanha um discurso do presidente na Praça dos Três Poderes, em Brasília.

Na verdade, o vídeo diz respeito às manifestações ocorridas em 7 de setembro de 2021, data em que se comemora o dia da Independência do Brasil. Naquela ocasião, Bolsonaro discursou em Brasília e em São Paulo, e o próprio vídeo mostra o presidente citando o 199º aniversário da Independência do país. Além disso, o PL, partido do pré-candidato, informou que ainda não há data para o lançamento da campanha deste ano.

Para o Comprova, é enganoso o conteúdo retirado do contexto original e usado em outro de modo que seu significado sofra alterações e que induz a uma interpretação diferente da intenção de seu autor.

Alcance da publicação: O Comprova investiga os conteúdos suspeitos de maior alcance nas redes sociais. Segundo o Monitor de WhatsApp da UFMG, o vídeo circulou em ao menos sete grupos monitorados entre 1º e 4 de abril. Em dois canais do Youtube verificados pelo Comprova, o vídeo alcançou 308 visualizações. Em um perfil de Twitter verificado, a postagem foi visualizada 102 vezes.

O que diz o autor da publicação: O Comprova não identificou o criador da postagem que circula em grupos de WhatsApp.

Como verificamos: O Comprova fez buscas por vídeos similares por meio do Google e redes sociais como Facebook e Instagram. Dessa forma, foi possível confirmar as datas e falas do discurso de Bolsonaro.

Também buscamos publicações de notícias com vídeos na internet sobre o discurso de Bolsonaro em cima de um caminhão de som naquela data. Isso também permitiu o cruzamento de informações do discurso e fatos, confirmando o ato do presidente no dia 7 de setembro de 2021.

Comparando o trecho do vídeo, viralizado em Whatsapp, a partir do tempo 1’06” e o trecho do vídeo do Poder360 a partir de 5’06” é possível confirmar que se trata do mesmo discurso no feriado pátrio do ano passado.

Atos no 7 de setembro

No dia 7 de setembro de 2021, feriado da Independência do Brasil, milhares de pessoas foram às ruas após convocação do presidente Jair Bolsonaro. O mandatário buscava apoio para protestar contra o Supremo Tribunal Federal (STF) e decisões da Corte envolvendo ações do governo e de políticos aliados. As manifestações se multiplicaram pelo país, e Bolsonaro aproveitou para realizar discursos em Brasília e em São Paulo.

Pela manhã, na capital federal, ele subiu em um carro de som na Praça dos Três Poderes e realizou discurso diante da multidão que o aguardava. Bolsonaro fez um discurso com ameaças ao STF, no qual acusou o ministro Alexandre de Moraes de perseguir aliados do governo federal. Na época, apoiadores de Bolsonaro foram alvo de investigações por incitação a atos violentos e ameaçadores contra a democracia.

O ex-deputado Roberto Jefferson, aliado do presidente, defendeu a deposição de ministros do STF em fotos nas quais aparecia armado. Ele acabou preso no dia 13 de agosto de 2021 por determinação de Moraes no inquérito das milícias digitais. Depois de uma semana, Bolsonaro protocolou um pedido de impeachment do ministro do STF.

A imagem abaixo, publicada no Twitter em 7 de setembro de 2021, mostra, do alto, a concentração de apoiadores de Bolsonaro em Brasília naquele dia. A segunda imagem, retirada do vídeo investigado, mostra a mesma cena, mas por outro ângulo. É possível ver uma área isolada em meio aos manifestantes e, alguns metros ao lado, uma bandeira verde e amarela.

Outro indicativo de que as imagens do vídeo investigado não são atuais é o fato de que um evento de filiação do PL, partido de Bolsonaro, que serviu como um lançamento informal de sua pré-candidatura, em março deste ano, foi realizado não na Praça dos Três Poderes, mas sim no Centro Internacional de Convenções de Brasília, como registrado pela imprensa e pelo próprio partido de Bolsonaro.

Na tarde daquele 7 de setembro, já na cidade de São Paulo, Bolsonaro se encontrou com manifestantes na Avenida Paulista. O teor da fala dele foi similar ao discurso em Brasília: em tom de ameaça ao STF e ao mesmo tempo afirmando que ele como presidente cumpria a Constituição.

No dia seguinte aos atos, o presidente do STF, ministro Luiz Fux, fez pronunciamento no Supremo destacando, entre outras coisas, que “a liberdade de expressão não comporta violências e ameaças”.

Discurso temporal

No vídeo divulgado em redes sociais, é possível verificar o momento em que o presidente Jair Bolsonaro cita o 199º aniversário da Independência do Brasil, comemorado em 2021.

Além disso, os atos do dia 7 de setembro foram amplamente divulgados na imprensa nacional. Por meio de fotografias, vídeos e textos é possível verificar o contexto das imagens, bem como diferentes trechos do discurso de Bolsonaro naquela data.

Por que investigamos: O Comprova investiga conteúdos suspeitos que tenham viralizado nas redes sociais sobre a pandemia de covid-19, políticas públicas do governo federal e eleições presidenciais.

Sobre o conteúdo aqui apurado, o Comprova investigou postagens que estão desinformando sobre o lançamento da campanha de Bolsonaro nas eleições de 2022, o que ainda não ocorreu.

Outras checagens sobre o tema: Em verificações anteriores em outros endereços na internet, os sites da Agência Lupa, do Estadão Verifica e do Boatos.org apuraram que o vídeo é antigo e diz respeito aos atos de sete de setembro de 2021, em Brasília. Dessa forma, o público pode ser levado a acreditar que o vídeo seria de um lançamento de campanha eleitoral.

Investigado por Portal Norte de Notícias. Verificado por Band News FM, A Gazeta, Correio Braziliense, SBT, SBT News, Plural Curitiba, Nexo e Estadão. 

Mais Recentes da CNN