‘Ele está atuando como um típico populista’, analisa cientista sobre Bolsonaro

Ricardo Caldas, cientista político da UNB, fala sobre populismo no governo Bolsonaro

Ouvir notícia

O cientista político e professor da Universidade de Brasília (UnB), Ricardo Caldas, avalia como um ‘ato de populismo’ a presença de Bolsonaro em manifestações pró-governo, como a de hoje (17), em frente ao Palácio do Planalto. Ao lado de Bolsonaro estava sua ala de apoiadores, ministros e também o filho deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL). 

Na avaliação de Caldas, em entrevista à CNN, o grande símbolo das manifestações para Bolsonaro é poder demonstrar que o povo ainda está ao lado dele. Esta seria uma sinalização de combate às críticas feitas pela academia e pela imprensa ao seu governo e postura diante da pandemia.

“Essa frase dele [Jair Bolsonaro] é muito simbólica, quando ele diz que: ‘o povo está conosco e nós vamos continuar governando para o povo e o povo é o nosso patrão’, é uma típica declaração populista, num sentido neutro do termo. Quando o líder tem uma relação direta com a população, com o povo, do ponto de vista da política”, explica.

Esse contato direto descarta a necessidade de intermediação de um partido político, observa Ricardo Caldas, e por isso ele está, atualmente, sem filiação à qualquer partido. “Ele está atuando como um típico populista, se relacionando diretamente com a sua base eleitoral”. 

 

Mais Recentes da CNN