Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Eleições 2022

    Eleições 2022: mais de 1.380 candidatos alteram autodeclaração de raça

    Levantamento da CNN comparou dados das eleições de 2018 e de 2022

    Fachada do TSE, em Brasília
    Fachada do TSE, em Brasília Roberto Jayme/Ascom/TSE

    Giovanna BronzeVital NetoAnne Barbosada CNN

    Mais de 1.380 candidatos que concorreram às eleições de 2018 alteraram a autodeclaração de raça para disputar o pleito eleitoral neste ano. A informação é do levantamento feito pela CNN Brasil com base nos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A análise comparou informações de candidatos em 2018 e 2022.

    De acordo com o levantamento, 1.388 candidatos mudaram a declaração de raça de uma eleição para outra. A mudança que mais ocorreu foi a de candidatos que se declararam brancos e, agora, se cadastraram como pardos: 547 políticos.

    Já a segunda maior mudança registrada foi a de candidatos que se autodeclararam pardos e agora constam como brancos, com 400 no total. Em terceiro, está a de 213 candidatos que se cadastraram como pardos para 2018 e, para 2022, se autodeclaram como pretos.

    Entre os candidatos que se declaram brancos em 2018 – fora os que alteraram para pardos -, 31 passaram a se declarar pretos; 6 para amarelo; e 4 para indígena.

    Dos candidatos que se declararam pardos nas últimas eleições, 400 alteraram para brancos; 213 para pretos; 10 para indígenas; e 1 para amarelo.

    Em 2018, entre os políticos que se declararam pretos, 91 mudaram a raça para pardos e 10 para brancos.

    Ainda segundo o levantamento, 46 candidatos alteraram a autodeclaração de raça para “não informado”. Desses, 29 eram brancos, 19 eram pardos e 1 era indígena. Outros 4.969 candidatos mantiveram a mesma declaração de um pleito eleitoral para o outro.

    Para Flávia Biroli, cientista política e professora da UNB, essas mudanças não significam necessariamente que há algum tipo de ilegalidade ou tentativa de burlar a lei.

    “A decisão de 2018, que determina que exista uma correspondência entre percentual do fundo eleitoral partidário e de candidaturas negras, é um estímulo a essa auto identificação maior. Além de um fator de estímulo, por exemplo, para que pessoas pardas se reconheçam como tal”, disse.

    Debate

    As emissoras CNN e SBT, o jornal O Estado de S. Paulo, a revista Veja, o portal Terra e a rádio NovaBrasilFM formaram um pool para realizar o debate entre os candidatos à Presidência da República, que acontecerá no dia 24 de setembro.

    O debate será transmitido ao vivo pela CNN na TV e por nossas plataformas digitais.