Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Em ano eleitoral, Lula dá início a giro pelo Brasil com foco no Nordeste

    PT quer usar forçar política de Lula para reforçar atuação da sigla nos estados, eleger prefeitos em outubro deste ano e construir alianças para 2026

    Mayara da Pazda CNN

    Brasília

    De olho nas eleições municipais deste ano, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) começa, nesta quinta-feira (18), uma série de viagens pelo Brasil.

    Nesta semana, Lula irá visitar três estados da região Nordeste:

    • Bahia,
    • Pernambuco,
    • e Ceará.

    No segundo turno da eleição presidencial de 2022, o Nordeste deu 69,34% dos votos válidos a Lula.

    Olho na eleição

    A ideia é que o PT use a força política do atual presidente para reforçar a atuação da sigla pelo país, elegendo mais prefeitos em outubro deste ano, e construindo alianças para a eleição presidencial de 2026.

    O partido trabalha para não repetir o baixo desempenho das eleições municipais de 2020, quando o PT não elegeu prefeitos em capitais pela primeira vez desde a redemocratização.

    Roteiro

    A primeira viagem nacional de Lula em 2024 será para Salvador, onde esteve em quatro ocasiões ao longo do ano passado.

    No estado baiano, o petista vai assinar um acordo de parceria para implementação do Centro Tecnológico Aeroespacial.

    No mesmo dia, o presidente segue para Pernambuco, onde ficará até sexta (19). Em Ipojuca (PE), ele deve participar de cerimônia para retomar investimentos na refinaria Abreu e Lima.

    No dia seguinte, em Recife, o petista participa de cerimônia de transmissão de cargo do Comando Militar do Nordeste e de solenidade de assinatura do Termo de Compromisso para a construção da Escola de Sargentos.

    Depois, irá para Fortaleza, onde encerra o giro pelo Nordeste, para participar do lançamento da pedra fundamental do campus do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) na capital.

    Em 2023, Lula esteve em Pernambuco e no Ceará duas vezes em cada estado.

    Próximas viagens

    Segundo apurou a CNN, após o giro pelo Nordeste, o presidente Lula deve visitar Minas Gerais e Santa Catarina. Os dois estados não foram visitados pelo petista no primeiro ano de seu terceiro mandato.

    De acordo com auxiliares de Lula, para 2024, a ideia também é viajar a estados que o petista não esteve ao longo do ano passado.

    Minas conta com o segundo maior colégio eleitoral do país. Nas últimas eleições, Lula e Jair Bolsonaro (PL) travaram uma disputa acirrada no estado. No segundo turno, o petista recebeu 50,90% dos votos válidos contra 49,80% do ex-presidente.

    O atual governador do estado mineiro é Romeu Zema (Novo), tido como possível adversário de Lula nas eleições presidenciais de 2026.

    Já Santa Catarina tem o bolsonarista Jorginho Mello (PL) como governador. No segundo turno, Bolsonaro venceu com 69,27% dos votos válidos.

    Viagens nacionais em 2023

    Segundo um levantamento feito pela CNN com base na agenda oficial, de janeiro a dezembro do ano passado, Lula fez 41 viagens a 18 estados do país.

    O número de dias em que o petista ficou em viagens pelo país, ou seja, fora de Brasília, é inferior ao período que ele dedicou à agenda internacional.

    Lula passou o equivalente a dois meses em missões oficiais ao exterior no ano passado, tendo somado, contando com o tempo gasto para deslocamento, 64 dias em atividades fora do Brasil.

    Ao todo, ele cumpriu agenda em 23 países, incluindo Argentina, China, Estados Unidos, Alemanha, Emirados Árabes e Japão.

    Para 2024, o atual presidente já avisou a assessores que pretende focar mais na agenda interna, com viagens dentro do Brasil. Com isso, o vice-presidente, Geraldo Alckmin (PSB), deve assumir parte dos compromissos internacionais.