Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Em primeira reunião no Planalto, Lula deve cobrar alinhamento de ministros

    Encontro vai definir metas para os primeiros 100 dias e tentar conter ruídos na comunicação entre ministros, que defendem ideias diferentes sobre reformas

    Basília Rodrigues

    O primeiro encontro de Lula com ministros, nesta sexta-feira (6), vai ditar regras sobre alinhamento do governo para evitar embates entre as pastas e que o Planalto seja pego de surpresa. Os 37 titulares das pastas foram convidados.

    Um ministro palaciano afirmou à CNN que Lula falará o que ele quer de cada ministro, o que inclui metas para os primeiros 100 dias e uma tentativa de equacionamento das opiniões opostas entre ministros, para que divergências e ideias consideradas “naturais” não virem motivo de crise.

    Nesta quarta-feira, em menos de uma semana de governo, a primeira divergência com poder de abrir crise no governo apareceu. Os ministros têm avaliações diferentes sobre a manutenção das reformas produzidas em outros governos. O novo ministro da Previdência, Carlos Lupi, chegou a falar em “antirreforma” para rever as regras da Previdência aprovadas na gestão Michel Temer. Rapidamente, o ministro da Casa Civil, Rui Costa, negou que o governo estude alterações no texto.

    Lula reafirmará no encontro com ministros que o governo deve negociar internamente, antes de expor diferença de lados. Em tese, qualquer proposta das mais diferentes áreas de governo deverá antes de tudo passar pela Casa Civil, que é a pasta responsável pelo gerenciamento da Esplanada.