Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Em vídeo, Aras diz que há abusos de alguns parlamentares com o Judiciário

    Procurador-geral afirmou que o sistema de justiça estaria sendo utilizado para fins políticos e exposição na imprensa

    Tiago Tortellada CNN

    em São Paulo

    O Procurador-Geral da República, Augusto Aras, afirmou que alguns parlamentares estão usando o sistema de justiça para fins políticos. A declaração está em um vídeo divulgado nesta sexta-feira (29).

    Segundo explicou, os políticos fazem representações sobre um mesmo fato “para provocar matérias de jornal”. Assim, as ações têm de ser unidas.

    “O que nos obriga a reunir essas representações, sobre um mesmo fato, e, a cada reunião que se faz, a matéria de interesse que se faz é ‘a procuradoria arquivou’, o que não é verdade. A procuradoria está apurando, sempre”, disse.

    O PGR pontuou ainda que isso também estaria acontecendo no Supremo Tribunal Federal (STF), que passou “a ser vítima” de representações de notícias-crime “sem nenhum lastro legal”.

    “Tudo isso faz parte do uso do sistema de justiça para fins políticos”, ressaltou.

    Ele complementou dizendo que é necessário investigar os abusos. “Quem promove uma representação, abre um inquérito, faz uma notícia-crime sem lastro legal, por interesses escusos comete crime de anunciação caluniosa. Se for autoridade, de abuso de autoridade”.

    Aras destacou também que nenhuma medida foi tomada “ainda em respeito à imunidade parlamentar” e que preferiram conscientizar sobre a conduta.