Exército sinaliza ao governo que não apoiará rupturas

Embora haja nas forças apoio ao voto impresso, generais não planejam embarcar em aventuras

Caio Junqueirada CNN

Ouvir notícia

 

O comandante do Exército, Paulo Sergio Nogueira, sinalizou a integrantes do governo que a força não apoiará qualquer tentativa de ruptura institucional no país.

O recado foi dado e, segundo fontes, chegou ao presidente Jair Bolsonaro, que nos últimos dias intensificou sua campanha pelo voto impresso e atacou ministros do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral.

 

Embora haja nas forças apoio ao voto impresso, generais têm dito que não irão embarcar em aventuras se o modelo atual for mantido e se o presidente Jair Bolsonaro for derrotado nas eleições de 2022. O recado chegou ao presidente, que sutilmente parou de falar “o meu exército” e passou a dizer que “meu exército é o povo”.

Procurada, a assessoria do Exército não quis se manifestar.

Ministro da Defesa, Braga Netto, apresenta os três novos comandantes das Forças
Ministro da Defesa, Braga Netto, apresenta os três novos comandantes das Forças Armadas brasileiras: no exército o general Paulo Sergio Nogueira, na marinha Almir Garnier Santos e na aeronáutic Baptista Júnior (31.mar.2021)
Foto: CNN Brasil

Mais Recentes da CNN