Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    ‘Figurinha repetida não completa álbum’, diz Huck sobre anulação de condenação

    Ministro Fachin anulou condenações de Lula nesta segunda-feira (8) e ex-presidente se torna elegível

    Anna Gabriela Costa, da CNN, em São Paulo

    Ouvir notícia

    O apresentador Luciano Huck comentou, na tarde desta segunda-feira (8), a anulação das condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em sua conta no Twitter e reiterou que”figurinha repetida não completa álbum”. 

    “No Brasil, o futuro é duvidoso e o passado é incerto. Na democracia, a Corte Suprema tem a última palavra na Justiça. É respeitar a decisão do STF e refletir com equilíbrio sobre o momento e o que vem pela frente. Mas uma coisa é fato: figurinha repetida não completa álbum”, disse o apresentador.

    O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin anulou, nesta segunda-feira (8), as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) definidas pela Justiça Federal no Paraná relacionadas às investigações da Operação Lava Jato, e determinou a remessa dos respectivos autos à Seção Judiciária do Distrito Federal.

    As decisões são referentes aos casos julgados pela Justiça Federal do Paraná nos casos do triplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e do Instituto Lula.

    Com a decisão de Fachin, o ex-presidente recupera os direitos políticos e volta a se tornar elegível. 

     

    Mais Recentes da CNN