Frente de Prefeitos diz ver ‘cortina de fumaça’ em ampliação da CPI da Covid

Ao Senado, Jonas Donizette (PSB-SP) diz que inclusão de estados e municípios não é um problema, mas que foco deveria ser desempenho do governo federal

Bia Gurgel, da CNN, em Brasília

Ouvir notícia

O presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Jonas Donizette (PSB-SP), afirmou nesta segunda-feira (12) que “não existe problema” na possibilidade da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 no Senado incluir estados e municípios nas investigações. 

Segundo ele, os prefeitos não se preocupam com essa questão. “Da nossa parte, não existe problema nenhum. Nós não temos preocupação porque quase todas as prefeituras, por obrigação, têm que ter um site de transparência”, disse.

A criação da CPI foi determinada, na última quinta-feira (8), pelo Ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), para que o Senado investigue a condução do governo federal durante a pandemia de do novo coronavírus.  

Donizette afirmou que o Senado tem competência para analisar as verbas repassadas a estados e municípios pelo governo federal, mas que as câmaras municipais e assembleias legislativas poderiam fazer isso. 

“Achamos que isso seria uma cortina de fumaça pra não ter um foco naquilo que precisamos ter, que é o desempenho do governo federal na pandemia. É importante pegar dados técnicos do ministério e ver que muitas vezes a fala política do governo federal se difere totalmente das orientações técnicas do Ministério da Saúde”, completou.

As afirmações foram feitas em audiência na comissão que acompanha ações no combate à pandemia no Senado.

CPI da Covid deve ser instalada no Senado após decisão de ministro do Supremo
CPI da Covid deve ser instalada no Senado após decisão de ministro do Supremo
Foto: Roque de Sá – 1.mar.2019/Agência Senado

Mais Recentes da CNN