Fux prepara mensagem contra possíveis atos violentos em 7 de setembro

Presidente do STF falará na abertura da sessão de quinta-feira (2)

O presidente do STF, Luiz Fux, durante declaração após reunião com os presidentes da Câmara e Senado, ministros e governadores.
O presidente do STF, Luiz Fux, durante declaração após reunião com os presidentes da Câmara e Senado, ministros e governadores. Marcelo Camargo/Agência Brasil

Teo Curyda CNNGabriela Coelho

em Brasília

Ouvir notícia

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, vai abrir a sessão de julgamento desta quinta-feira (2) fazendo um pronunciamento contra possíveis atos violentos nas manifestações previstas para o dia 7 de Setembro pelo país. A data foi escolhida por ser a última sessão realizada antes do feriado, na terça-feira da próxima semana. E a fala do presidente da Corte está prevista para ocorrer antes do julgamento do marco temporal da demarcação de terras indígenas.

À CNN, interlocutores junto ao STF disseram que o objetivo do ministro Luiz Fux é passar à sociedade a mensagem de que o Supremo acompanhará atentamente as manifestações previstas para o Dia da Independência.

Em nota divulgada na terça-feira (31), a assessoria de comunicação do STF informou que o tribunal tem estrutura própria de segurança, mas também contará com o apoio do governo do Distrito Federal para reforçar a segurança do prédio. Além do reforço, a Secretaria de Segurança do STF tem adotado medidas preventivas para mitigar riscos nas manifestações da próxima semana, além de manter contato com representantes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

Mais Recentes da CNN