Governo alinha com Senado estratégia para evitar CPI

Ideia é que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, vá até o Senado para prestar informações antes de uma decisão definitiva

Caio Junqueirada CNN

Ouvir notícia

O governo e o Senado alinharam a estratégia para tentar impedir que a CPI da Covid-19 seja instalada na casa. A ideia é que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, vá até o Senado para prestar informações antes de uma decisão definitiva por parte do presidente da casa sobre a abertura da comissão.

 

Após a sua reunião com senadores, os governistas passarão a defender que a CPI não seja aberta sob a justificativa de que foram prestadas todas as informações necessárias sobre a participação de Pazuello na pandemia.

Tanto que nesta quinta-feira foi aprovado já um convite para que ele vá até a casa prestar esclarecimentos.  Questionado nesta sexta-feira se abriria a CPI, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse apenas que iria analisar a questão nos próximos dias. “É uma análise que faremos com a maior ligeireza possível. Para avaliar se há os requisitos possíveis para a abertura de uma comissão parlamentar de inquérito ou não”, disse.

 

Mais Recentes da CNN