Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Governo recua e divulga convidados a coquetel de Lula

    Nova gestão havia imposto sigilo na lista, que inclui o ditador venezuelano Nicolás Maduro, que não participou da cerimônia e posse

    Sigilo da lista recebeu ressalvas até mesmo de integrantes da base aliada do governo petista
    Sigilo da lista recebeu ressalvas até mesmo de integrantes da base aliada do governo petista Ricardo Stuckert/PR

    Gustavo Uribeda CNN

    em Brasília

    Após repercussão negativa, o governo federal recuou e decidiu divulgar a lista de convidados para o coquetel de posse de Luiz Inácio Lula da Silva, promovido no Palácio do Itamaraty.

    A CNN teve acesso à relação de convidados por meio da assessoria de imprensa do Ministério das Relações Exteriores.

    A relação inclui, por exemplo, o ditador venezuelano Nicolás Maduro, que não compareceu à posse.

    A lista tem 117 páginas e registra o nome de autoridades nacionais e estrangeiras, embaixadores e diplomatas, religiosos e jornalistas. Ela inclui, por exemplo, o ex-chanceler Aloysio Nunes Ferreira, o ex-secretário-geral da Liga Árabe Amr Moussa e a coordenadora do MST (Movimento dos Sem Terra) Kelli Mafort.

    O sigilo da lista recebeu ressalvas até mesmo de integrantes da base aliada do governo petista. Eles lembraram que uma das principais críticas feitas contra Jair Bolsonaro durante a campanha presidencial era a banalização do sigilo sobre dados e gastos da Presidência da República.

    Segundo relatos feitos à CNN, a quebra do sigilo foi um pedido do próprio Palácio do Planalto ao Palácio do Itamaraty.