Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Governo vai achar um “ponto de diálogo” com Lira, diz Pimenta à CNN

    Ministro da Comunicação Social comentou críticas do presidente da Câmara dos Deputados a Alexandre Padilha

    Paulo Pimenta
    Paulo Pimenta DF 10/11/2023 - Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil

    Renata SouzaMichele Matuckda CNN

    São Paulo

    O ministro da Secretaria de Comunicação Social, Paulo Pimenta, disse à CNN que o governo federal encontrará um “ponto de diálogo” para o conflito entre Arthur Lira (PP-AL) e Alexandre Padilha.

    “Acho que é um assunto que, no decorrer do dia de hoje vamos achar um ponto de equilíbrio, de diálogo e isso não vai prejudicar em nada o andamento do processo legislativo, do cronograma de votações”, afirmou em entrevista nesta sexta-feira (12).

    Segundo Pimenta, a gestão não permitirá que “uma declaração possa, de um forma ou outra, comprometer esse diálogo e a necessidade dessa boa relação [entre governo e Congresso]”.

    A fala ocorre um dia após o presidente da Câmara dos Deputados criticar publicamente o ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais. Ontem (11), Lira chamou Padilha de “incompetente” e “desafeto”.

    Hoje, o ministro das Relações Institucionais respondeu Lira, dizendo que não tem “qualquer tipo de rancor”. “Sobre rancor, a periferia da minha cidade diz que ‘mano, rancor é igual a tumor, envenena a raiz'”, disse o ministro em referência a trecho de música do rapper Emicida.

    Apesar da tensão, Pimenta avalia que a relação do Executivo com o Congresso é “institucional”.

    “Evidente que é uma relação que deve buscar sempre a convergência e o equilíbrio. Eventual ponto de desencontro entre uma ou outra pessoa é algo absolutamente superável”, acrescentou.

    Apesar de a troca de farpas entre Lira e Padilha não ser inédita, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sinalizou a aliados que não tem a intenção de substituir o ministro.