Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Haddad também cancela ida à China; empresários brasileiros devem manter agenda

    Ministro de Relações Exteriores, Mauro Vieira, deve cancelar a viagem; ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, teve agenda mantida

    Priscila Yazbekda CNN em Paris

    Após o cancelamento da viagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à China, por motivos médicos, o ministério da Fazenda comunicou que Fernando Haddad também não fará a viagem neste momento.

    Rodrigo Pacheco e Jaques Wagner também cancelaram a ida ao país asiático. Só seguirão viagem quando Lula for.

    O ministro de Relações Exteriores, Mauro Vieira, está na República Dominicana e de lá seguiria para a China, mas agora deve mudar a rota e voltar ao Brasil, segundo fontes do governo. O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, também cancelou viagem.

    O governador Jerônimo Rodrigues cancelou a missão da comitiva baiana que seria comandada por ele no país. Outra agenda será retomada em breve, para prosseguir com a discussão dos investimentos chineses na Bahia.

    O ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, teve sua viagem mantida. Segundo assessoria, a agenda de Fávaro não mudará em nada, e a previsão de retorno continua para o dia 30.

    Mais de 90 empresários do setor agronegócio haviam confirmado a ida à China. À CNN, alguns afirmaram que a agenda está mantida, portanto, é provável que as agendas do setor agro sigam conforme o previsto, mesmo com a ausência do presidente Lula.

    *Publicado por Sofia Kercher e com informações de Samantha Klein, da CNN