Isa Penna anuncia ação contra deputado após dizer que ela teve “sorte” em ser assediada

Parlamentar solicitará seu afastamento do Conselho de Ética da Alesp

Deputada estadual Isa Penna (PCdoB-SP)
Deputada estadual Isa Penna (PCdoB-SP) Divulgação/Alesp

Douglas PortoGiovanna Bronzeda CNN*

em São Paulo

Ouvir notícia

A deputada estadual Isa Penna (PCdoB-SP) disse que entrará com uma ação, no Ministério Público, contra o também deputado estadual delegado Olim (PP-SP), para seu afastamento do Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

A medida acontece após a declaração do delegado, no podcast “Inteligência Limitada”, na última quarta-feira (20), de que ela teria tido “sorte” em ser apalpada nos seios, e que iria se eleger nas eleições deste ano por causa disso.

Penna foi assediada pelo deputado estadual Fernando Cury (sem partido), que está suspenso por seis meses, durante sessão na Alesp em dezembro de 2020.

Olim estava fazendo uma comparação ao caso de Arthur do Val (União-SP), do qual é relator no julgamento por quebra de decoro parlamentar devido ao envio de mensagens de voz fazendo comentários sexistas sobre ucranianas que tentavam deixar o país para fugir da invasão russa.

Em uma mensagem nas redes sociais, Arthur do Val, que renunciou ao seu mandato de deputado estadual, rebateu a declaração de Olim, alegando que “tá mais do que claro que não fui cassado pelo que falei, mas por quem eu sou”.

Em nota enviada à CNN, Penna disse que tanto a acusação de Olim, quanto a de Arthur, são inaceitáveis.

“É inaceitável qualquer sugestão de ganho político a partir de um ato explícito de violência contra a mulher, assim como tentativas espúrias de buscar nisso um ganho pessoal político. O comentário reproduz o ciclo de violência que todos os dias tenta revitimizar mulheres que ousam denunciar os ataques que sofrem”, afirma Penna.

“A violência contra a mulher mata todos os dias, e é por isso que jamais iremos nos furtar de denunciar o sim, todos os dias, a misoginia que tentam naturalizar neste país. Até que essa realidade mude”. “Por conta de tudo isso, entrarei com uma representação no Ministério Público pedindo o afastamento do parlamentar do Conselho de Ética da Alesp.Seu comportamento é desrespeitoso não só comigo, mas com todas as mulheres que todos os dias lutam contra o machismo, muitas delas suas eleitoras.”

Procurado pela CNN, Olim justifica “que se expressou mal em sua fala” e que a “intenção era dizer que  a deputada Isa Pena ficou muito conhecida com o caso de assédio do Dep. Fernando Cury,  e conhecendo o deputado, sabe que ele não teve em nenhum momento a intenção de fazer aquilo, mas mereceu ser punido porque mulher precisa de respeito sempre, aos que acompanham meu mandato veem clara a minha bandeira de combate a violência contra mulher em todos os níveis.”

(*Com informações de Matheus Meirelles e Elis Franco, da CNN)

 

 

 

Mais Recentes da CNN