Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Janja diz ser articuladora no governo e ter autonomia de Lula

    "Queria remodelar este papel", disse Janja em entrevista à BBC

    Primeira-dama, Janja Lula da Silva, durante cerimônia no Palácio do Planalto
    Primeira-dama, Janja Lula da Silva, durante cerimônia no Palácio do Planalto Ueslei Marcelino/Reuters

    Da CNN

    Brasília

    A primeira-dama Rosângela da Silva, a Janja, disse que seu papel no governo federal é de “articuladora” e que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lhe dá “total autonomia” para exercer sua função. A socióloga concedeu uma entrevista à BBC.

    “Desde a campanha, disse que queria remodelar este papel de primeira-dama – a esposa que organiza chás de caridade e visita instituições filantrópicas, esse não é o meu perfil”, disse ela.

    “O meu é o papel de articulador, de quem fala sobre políticas públicas. Podemos estar em espaços diferentes e conversar com públicos diferentes quando necessário”, declarou.

    Segundo ela, trata-se de sair da caixa que as primeiras-damas sempre são encaixadas.

    Janja marca presença nas atividades de Lula desde a época da pré-campanha em 2021. Depois que o petista foi eleito, a socióloga passou a acompanhá-lo nas viagens e a substituí-lo em situações pontuais.

    Em setembro de 2023, por exemplo, quando o presidente se recuperava de uma cirurgia de prótese no quadril, Janja visitou o Rio Grande do Sul para acompanhar a situação da população afetada pelas chuvas.