Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    João Amoêdo anuncia desfiliação do Novo

    Ex-candidato à Presidência afirmou que o partido "não existe mais"

    Da CNN

    O ex-candidato à Presidência João Amoêdo anunciou nesta sexta-feira (25) sua desfiliação do partido Novo. A informação foi divulgada em seu perfil no Twitter.

    “Hoje, com muito pesar, me desfilio do partido que fundei, financiei e para o qual trabalhei desde 2010. Deixo um agradecimento especial a todos que fizeram parte desse time que com dedicação, humildade e determinação transformaram em realidade o que parecia ser impossível”, escreveu.

    A decisão ocorre após Amoêdo declarar apoio a Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no segundo turno da disputa presidencial. A postura foi duramente criticada por correligionários, que passaram a defender a saída dele da legenda.

    No Twitter, Amoêdo afirmou que a legenda foi “desfigurada”. Segundo ele, o “Novo” não existe.

    “Infelizmente, o NOVO, fundado em 2011 e pelo qual trabalhamos por mais de 10 anos, não existe mais. Ao longo dos últimos 33 meses, sob a atual gestão, o NOVO foi sendo desfigurado e se distanciou da sua concepção original de ser uma instituição inovadora que, com visão de longo prazo, sem culto a salvadores da pátria, representava a esperança de algo diferente na política”, afirmou o ex-candidato à Presidência.

    Por meio de nota, o Partido Novo afirmou que respeita a trajetória de João Amoêdo e sua participação na história da sigla, mas “lamenta profundamente tais declarações graves e infundadas”.

    “Infelizmente, por atitudes e palavras como essas, ele se afastou cada vez mais dos princípios, das ideias e das pessoas do partido. O NOVO é uma partido político democrático e sem dono”, disse a legenda.

    (Publicado por Renan Porto, da CNN)