Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Kassab diz ter “receio” sobre rumos da economia “se Lula quiser comandar”

    Segundo o secretário do governo paulista, equilíbrio fiscal defendido pelo ministro da Fazenda, Fernando Haddad, não encontra respaldo nos discursos do presidente

    Lucas SchroederRenan Fiuzada CNN

    São Paulo

    O secretário de Governo e Relações Institucionais de São Paulo, Gilberto Kassab, disse nesta segunda-feira (11) que tem “receios” sobre os rumos da economia brasileira se “Lula quiser comandar”. A declaração foi feita durante o Fórum Político XP, na capital paulista.

    “A nossa economia foi bem sempre que tivemos ministros fortes. Quando não foi bem? Quando o presidente comandava. A Dilma quis comandar, não foi bem. E eu tenho receio que não vá bem se o presidente Lula quiser comandar, porque quem quer comandar a economia não pode ser presidente da República”, afirmou Kassab.

    De acordo com ele, o equilíbrio fiscal defendido pelo ministro da Fazenda, Fernando Haddad, não encontra respaldo nos discursos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

    “O que vai prevalecer? Se prevalecer a posição do presidente, existe muita insegurança quanto ao futuro, porque é preciso aumentar a receita e diminuir gastos, e não é o que a gente tem de perspectiva diante das manifestações daquele que comanda o país, que é o presidente da República.”

    Segundo Kassab, o PSD – partido do qual é presidente – vê com preocupação o cenário econômico do país. Atualmente, a sigla conta com três ministérios no governo Lula (Agricultura, Pesca e Minas e Energia).

    “Nós não vamos fechar o ano com a perspectiva de um governo trabalhando pelo equilíbrio, que não é essa a posição do presidente da República. Esperamos que seja revisto”, acrescentou Kassab.

    A CNN procurou o Palácio do Planalto e a ex-presidente Dilma Rousseff para comentarem as declarações e aguarda retorno.