‘Lava Jato foi comprometida pelos próprios magistrados’, diz Randolfe Rodrigues

O parlamentar também apoia a posição da ministra Carmen Lúcia de separar o caso de Lula dos demais investigados

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) comentou a suspeição do ex-juiz Sergio Moro pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na condenação do ex-presidente Lula na Operação Lava Jato. Em entrevista à CNN nesta terça-feira (23), o parlamentar avalia o efeito da decisão.

“Fui um dos poucos parlamentares na legislatura anterior que defendeu todas as operações de combate à corrupção, inclusive todos os passos ocorridos na Lava Jato. E agora a operação acabou sendo comprometida pelos comportamentos dos próprios magistrados”, avalia.

Randolfe apoia a posição da ministra Carmen Lúcia de separar o caso de Lula dos demais investigados, explicando os motivos.

“O próprio juiz se tornou ministro do antagonista de Lula, as interceptações que se tornaram públicas mostraram um desejo do então juiz em trabalhar para a condenação. E depois o fato de o juiz ter tirado a toga e ter se tornado um agente político fortalece a compreensão de suspeição”.

O senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) (23.mar.2021)
O senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) (23.mar.2021)
Foto: Reprodução/CNN

 

(Publicado por Sinara Peixoto)

 

Mais Recentes da CNN