Leia a íntegra do relatório da CPI da Pandemia

Relatório da CPI da Pandemia tem 1.178 páginas

Os senadores Omar Aziz (PSD-AM) e Renan Calheiros (MDB-AL), presidente e relator da CPI da Pandemia, respectivamente
Os senadores Omar Aziz (PSD-AM) e Renan Calheiros (MDB-AL), presidente e relator da CPI da Pandemia, respectivamente Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Da CNN

Ouvir notícia

A íntegra do relatório da CPI da Pandemia foi divulgada nesta terça-feira (19). A leitura do documento deve acontecer na sessão desta quarta-feira (20) da comissão.

Segundo a analista de política da CNN Basília Rodrigues, o relator da CPI, o senador Renan Calheiros (MDB-AL), enviou o relatório para os seus colegas de comissão na noite da última segunda-feira (18).

O relatório traz 72 indicações de indiciamento (70 pessoas e 2 empresas), como divulgado pela CNN mais cedo. Na lista apresentada por Renan Calheiros não consta o nome de número 26.

Entre os nomes, o relator manteve um número amplo de acusações contra o presidente Jair Bolsonaro, seus filhos Carlos, Flavio e Eduardo Bolsonaro, além de ministros como o da Controladoria Geral da União, Wagner Rosário, o do Trabalho Onyx Lorenzoni e da Defesa Walter Braga Netto, também dos ex-ministros da Saúde Eduardo Pazuello e da Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

(Com informações de Basília Rodrigues, da CNN)

Leia abaixo a íntegra do documento, que tem 1.178 páginas.

 

Mais Recentes da CNN